Terça, 26 de Maio de 2020 09:38
86 998652221
Cidades CORONAVÍRUS

Médica é agredida por acompanhante de paciente com suspeita de Covid-19 no Piauí

Segundo nota da Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi), o acompanhante de um idoso com suspeita de Covid-19 não aceitou o diagnóstico dado pela profissional.

10/05/2020 20h36 Atualizada há 2 semanas
Por: admin Fonte: G1
Hospital Regional Leônidas Melo, na cidade de Barras. — Foto: Portal A Grande Barras
Hospital Regional Leônidas Melo, na cidade de Barras. — Foto: Portal A Grande Barras

Uma médica do Hospital Regional Leônidas Melo, na cidade de Barras, cidade a 127 km de Teresina, foi agredida a socos na noite desse sábado (9) durante atendimento a um paciente. Segundo nota da Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi), o acompanhante de um idoso com suspeita de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, não aceitou o diagnóstico dado pela profissional.

A nota divulgada pela Sesapi neste domingo informou que o suspeito foi encaminhado pela Polícia Militar à delegacia e que foi registrado boletim de ocorrência contra ele.

Ainda de acordo com a Secretaria, o agressor estava companhando um idoso que apresentava falta de ar e outros sintomas de Covid-19. O suspeito não teria aceitado o diagnóstico. A agressão aconteceu quando a médica estava tirando a cópia do prontuário do paciente.

Curta ou siga nossa fanpage  -  Siga nosso Instagram   -  Siga-nos no Twiter

A Sesapi informou que a médica não foi ferida gravemente porque pessoas no local contiveram o agressor. Ela está bem e passou por exame de corpo de delito neste domingo. A Polícia Civil agora apura o caso.

Nota de Esclarecimento

O Hospital Regional Leônidas Melo, em Barras, lamenta informar que a médica plantonista Nereida karla, foi agredida durante seu plantão, na noite deste sábado (09), por um acompanhante de um paciente idoso, que deu entrada na unidade de saúde, com sintomas da Covid-19.

O acompanhante não aceitou o diagnóstico apresentado pela médica e solicitou a transferência do paciente, que chegou a unidade de saúde, trazido pelo SAMU, com dispneia (falta de ar). Quando a médica foi tirar a cópia do prontuário, para liberar a saída do paciente, o mesmo a agrediu com socos, tomou o documento das mãos da profissional e começou a insultá-la com palavras de baixo calão. A Polícia Militar foi acionada e encaminhou o agressor para a delegacia de Barras, onde foi registrado o boletim de ocorrência.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) e o Hospital Regional Leônidas Melo prestam toda solidariedade à médica Nereida Karla, neste momento em que os profissionais da saúde estão na linha de frente do combate a esta pandemia, com muita coragem e determinação.

Decretos determinam distanciamento social

Para evitar a contaminação pelo vírus, o isolamento social e medidas emergenciais foram determinadas por meio de decretos do governo do estado e das prefeituras, como na capital piauiense, para que a população fique em casa e evite ao máximo ir às ruas.

Policiais fazem abordagens nas fronteiras do estado a ônibus e veículos particulares. Escolas, universidades e a maior parte do comércio, assim como serviços públicos, suspenderam as atividades. Os decretos preveem que quem descumprir as regras pode ser penalizado com multa ou até prisão.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.